Falta de estrutura paralisa as aulas da Escola Cecília Meireles

SIMPERE participa da reunião que discutiu a falta de condições de ensino da instituição

Na última quinta-feira (12), o Sindicato dos Profissionais de Ensino do Recife – SIMPERE, realizou uma visita à Escola Municipal Cecília Meireles, localizada na RPA3. Além de verificar a estrutura comprometida por uma coluna que cedeu, o sindicato participou também de uma reunião com professores, funcionários, comunidade e representantes do conselho. O objetivo do encontro foi avaliar se a escola teria condições para funcionamento e exigir um laudo técnico de liberação e interdição por parte dos engenheiros da prefeitura, que até então não teria sido entregue à gestão da instituição de ensino.

Durante a ocasião, houve muita resistência da gestão da escola, devido à pressão da Secretaria de Educação do Recife que não queria acatar a proposta de paralisação das aulas sem nenhum corte no ponto das professoras. Apesar disso, os presentes aprovaram retomar as aulas apenas quando o local estiver com total condição de funcionamento e solicitam um laudo da engenharia.

De acordo com Luiza Lira, coordenadora geral do sindicato, “os professores e funcionários só devem voltar a trabalhar se houver perfeitas condições para isso e não em um ambiente em reforma que nem sequer tem um laudo técnico por escrito”. A decisão foi apresentada aos representantes do conselho para propor o apoio dos mesmos. O SIMPERE e as professoras ainda irão analisar nesta semana, prazo previsto para a entrega da obra, se a escola já possui a estrutura necessária para o retorno das atividades.

Professor, faça sua parte, denuncie – Se sua escola apresenta problemas como estes, assim como também com a merenda dos alunos, tirem fotos, publiquem no facebook ou enviem para simpererecife@gmail.com. Vamos botar a boca no trombone!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 2 =