SIMPERE chama a atenção da categoria ao realizar protesto na 65º SBPC

 

O Sindicato dos Professores do Recife marcou presença na Semana Brasileira para o Progresso da Ciência, a 65º SBPC. Logo na abertura do evento, o SIMPERE roubou a cena ao realizar um protesto com faixas que reivindicavam pagamento do piso de acordo com o novo Cálculo do MEC, não desconto dos dias parados da greve dos Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADIs) por parte do prefeito Geraldo Julio (PSB) e a denúncia da perseguição política de Eduardo Campos (PSB) contra os Rodoviários.

No decorrer da semana o sindicato montou uma barraca para atender a categoria que estava fazendo capacitação na própria SBPC. Passaram mais de 500 professores e professoras na tenda do SIMPERE, onde puderam tirar dúvidas sobre aula-atividade, processos jurídicos, campanha salarial, entre outros. Os professores não filiados tiveram a oportunidade de se filiar durante o evento.

Também foi realizada uma campanha de solidariedade aos ADIs com o recolhimento de alimentos não perecíveis. As ADIs tiveram seus dias descontados devido a greve realizada por eles, além do seu vale alimentação que foi retirado pelo Prefeito Geraldo Julio. Essa forma de perseguição política faz parte da cartilha do PSB contra os movimentos sociais.

Na quinta-feira (25), o sindicato realizou uma atividade político-pedagógica-cultural com direito a sarau – com Valmir Jordão e Miró – e uma banda de frevo que animou os presentes e fizeram um arrastão no campus da UFPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =