Geraldo Julio e a Educação recebem cartão vermelho

Na tarde desta quarta-feira (14) as professoras e professores deram cartão vermelho para o prefeito Geraldo Julio (PSB).  A Assembleia Geral realizada no Teatro da Boa vista, contou com a presença de aproximadamente dois mil docentes. A maioria da categoria decidiu decretar greve.

A situação da educação de Recife e as condições de trabalho foram motivos concretos que levaram os professores a aprovar o movimento paredista. Nada do que vem sendo discutido com a prefeitura foi efetivamente executado ou cumprido, como é o caso da aula atividade. Outros exemplos são: problemas com falta de estrutura das escolas, merendas de péssima qualidade, falta de valorização dos professores, autonomia pedagógica.

Durante muito tempo a situação continua do mesmo jeito. Em alguns casos a situação até piorou pela atual gestão de governo. Basta ver as escolas integrais que na verdade funcionam pela metade ou as escolas profissionalizantes que foram repassadas para uma Secretaria sem verba própria.

Todas as condições fizeram com que a categoria desse um cartão vermelho para a Educação do Recife. Durante a assembleia, a categoria decidiu que irá fazer uma greve de advertência de 48h nos dias 22 e 23 de maio (ver programação abaixo). Uma nova assembleia será marcada para avaliar quais os rumos que serão trilhados após essas atividades.

CONFIRA O CALENDÁRIO DE ATIVIDADES E PARTICIPE:

22/05/14

09hs –  Concentração na praça Oswaldo Cruz com passeata pela Cde da Boa Vista até a Câmara dos Vereadores;

14hs – Reunião do Comando de Greve no SIMPERE;

 

23/05/14

07hs – Piquete nas escolas saída do SIMPERE;

14hs – Panfletagem na Praça do Diário;

16hs –  Reunião do Comando de Greve no SIMPERE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − seis =