PROPOSTA DE PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL 2015

Companheir@s na última assembleia iniciamos a nossa campanha salarial. Aprovamos um eixo orientador dessa campanha e estamos enviando para as escolas uma proposta mínima para ser enriquecido com as propostas vindas das escolas e creches:

As propostas deverão ser entregue no SIMPERE até o dia 27 de março

 

 

 

 

VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES:

  • Piso salarial integral a partir do GMI (a Prefeitura paga o piso no GMI fazendo a proporcionalidade para 145h/a)
  • Pagamento da diferença entre valor previsto e valor consolidado

ENVIO PARA A CÂMARA DE VEREADORES DO PLANO DE CARGOS, CARREIRA E REMUNERAÇÃO (PCCR) QUE A CATEGORIA APROVOU SEM A MERITOCRACIA:

Nosso Plano de Cargos e Carreira foi reformulado por uma comissão para valorizar a carreira docente. Essa reformulação foi aprovada em assembleia da categoria. Se o plano revisado for implementado teremos aumento do percentual de titulação, aumento dos intervalos entre as faixas salariais, descongelamento de gratificações, garantia de aposentadoria especial para professores fora de regência.

No entanto até hoje a prefeitura não enviou para a Câmara de vereadores o Plano revisado, e pior, quer inserir no Plano a meritocracia, ou seja, submeter nossa progressão por tempo de serviço a uma avaliação de desempenho. Não podemos permitir esse ataque ao nosso plano!

AUTONOMIA PEDAGÓGICA

 A prefeitura tem colocado para os professores uma gama de projetos para ser desenvolvido nas escolas, isso sem respeitar as especificidades das escolas e autonomia dos professores. Esses projetos têm levado um percentual até hoje não revelado pela prefeitura das verbas destinadas para educação. Muitas escolas não comportam a parafernália de materiais, pois a estrutura física não permite. Além disso, tem obrigado professores a trabalhar sua aula atividade em cima desses projetos que muitas vezes não tem continuidade. E agora coloca cria uma gerencia de monitoramento para controlar ainda mais o trabalho do professor na escola

MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO

Esse eixo envolve estrutura física, funcionários para dar suporte ao professor, verbas para manutenção das escolas entre outros.

  • Melhoria da estrutura física das escolas;
  • Manutenção permanente das escolas (telhados, rede elétrica, esgoto, etc);
  • Aumento do valor do empenho;
  • Construção de novas escolas com parâmetros que dêem qualidade ao ambiente escolar, tais como acústica, iluminação, climatização, etc.;
  • Respeito à resolução nº 01 do Conselho Municipal de Educação, nas creches, CMEIs e escolas com salas de educação infantil;
  • Respeito à resolução nº 14 nas demais modalidades de ensino.

SAÚDE DO PROFESSOR

 Neste ponto todos os eixos anteriores entram, pois reivindicar saúde, não é só tratar da doença e sim oferecer condições para que nenhum professor adoeça e isso passa por condições dignas de trabalho, melhoria salarial, aula atividade plena, respeito ao trabalho do professor, entre outras coisas. Mas a prefeitura também tem que garantir o atendimento digno aos professores quando este adoece e garantir a isonomia de direito no serviço público, por isso reivindicamos:

 

  • Abertura de novas adesões para o Saúde Recife;
  • Melhoria do Saúde Recife com ampliação da rede credenciada;
  • Melhoria do atendimento da junta médica.

 

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (PME)

Estamos incluindo no eixo a questão do Plano Municipal de Educação (PME). Vamos discutir em cada escola o que queremos para esse plano.  E incluir como reivindicação da campanha salarial 2015 um PME que garanta uma educação de qualidade, sem meritocracia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 1 =