Simpere apoia e se solidariza com a luta das trabalhadoras e trabalhadores da saúde de Pernambuco

Simpere apoia e se solidariza com a luta das trabalhadoras e trabalhadores da saúde de Pernambuco

Os técnicos de Enfermagem de Pernambuco estão em luta. Como se não bastasse as condições da saúde no estado, o governador Paulo Câmara (PSB) insiste em não valorizar as trabalhadoras e trabalhadores do setor.

Com as perdas salariais há mais de 15 anos, a categoria amarga com um salário de R$ 774,00. Isso mesmo que você leu. Abaixo do salário mínimo. Também não recebem adicional noturno, nem insalubridade e outros benefícios.
Por isso, hoje (07.02) haverá um ato na frente do Hospital da Restauração, as 17h, na Avenida Agamenon Magalhães.
Para Eduardo Quintas, enfermeiro do Hospital Agamenon (HAN), as manifestações só vão parar quando o governador atender as reivindicações da categoria. “Estamos realizando realizando manifestações diárias em frente ao HR às 17h e só iremos parar quando Paulo Câmara atender a nossos pedidos”. Quintas ressalta. “Lembrando que essas manifestações não são só pelo salário, mas também pelos usuários da saúde, pois temos uma saúde que não atende as necessidades da nossa população ”, aponta.
Por isso o Sindicato das professoras e professores do Recife se coloca ao lado desses trabalhadores por melhores condições de trabalho e uma saúde digna para população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − sete =