ATENDIMENTO JURÍDICO PARA SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

ATENDIMENTO JURÍDICO PARA SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Os números de feminicídio têm crescido durante a pandemia da Covid-19. No Acre, o crescimento foi de 67% na comparação de março de 2020 com março de 2019, e, no Rio Grande do Norte, o número triplicou. Em São Paulo, o aumento de feminicídios chegou a 46% no mesmo período e duplicou na primeira quinzena de abril.

Para muitas brasileiras, o período de isolamento social tem representado um risco de vida muito maior. Em nota técnica, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontou que apesar do aumento do feminicídio, o número de denúncias em todo o país tem diminuído, porque com o isolamento social, as mulheres não vão à delegacia ou têm medo de denunciar por telefone por causa da proximidade com o parceiro.

Sem lugar seguro, as vítimas estão sendo obrigadas a permanecer mais tempo no próprio lar junto a seu agressor, muitas vezes, em habitações precárias, com os filhos e vendo sua renda diminuída.

Se você ou alguma mulher próxima está sofrendo algum tipo de violência, não hesite em pedir ajuda. O corpo jurídico do Simpere está à disposição para ajudar no que for necessário.

Simpere – Gestão Resistência e Luta – Filiado à CSP Conlutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três − dois =