MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES REMOTAS

Em assembleia online realizada nesta quarta-feira (21.07) organizada pelo Simpere os professores do Recife decidiram pela MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES REMOTAS. Os professores exigem que o retorno presencial só aconteça quando todos profissionais estiverem imunizados com segunda dose, além de 60% da população vacinada. Nossa decisão é que, caso essas reivindicações se concretizem, a previsão de retorno seguro seja no final de setembro, com possibilidade de reavaliação a depender a situação sanitária da cidade.
Queremos garantir o direito à vida dos docentes, alunos e demais profissionais ligados ao ensino. Não somos contra as aulas presenciais e sim a favor que a volta seja em condições seguras. Há relatos de que em algumas escolas em que nem as pias funcionam.
A imposição autoritária da prefeitura pela volta às aulas presenciais acontece no momento em que a variante delta coronavírus começa a se espalhar pelo país, inclusive com casos de mortes confirmados em navio atracado no Recife. A nova variante pode se espalhar mais rápido no Brasil pelo processo de vacinação retardado pela política genocida de Bolsonaro.
Direção colegiada SIMPERE – Gestão Resistência e luta – CSP Conlutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − dois =