Terceira mesa de negociação discute estrutura das unidades escolares

PCR se comprometeu a construir novos CMEIS e escolas

A terceira reunião da mesa de negociação aconteceu na última terça-feira (21), na sede da Prefeitura. O encontro foi marcado para que a PCR apresentasse a sua proposta sobre a estrutura das escolas. O secretário executivo de infraestrutura da Educação, Antônio Vasconcelos, foi quem apresentou a política de gestão para essa questão.

Os representantes dos professores levantaram as condições precárias dos prédios das escolas, o que afeta diretamente as crianças, educadores, pais e todo o ciclo da educação. O calor nas salas de aulas foi o principal elemento queixoso dos professores que atinge quase 95% das escolas.

Vasconcelos colocou que a intenção da prefeitura é de novas construções e não de “puxadinhos” para resolver os problemas estruturais. Na sequência o representante da prefeitura iniciou apresentação das contrapropostas da PCR. Na ocasião foi anunciada a construção de novas unidades escolares.

 “A prefeitura está prometendo a construção de 42 novos CMEIS (Centro Municipal de Educação Infantil), além da criação de mais nove unidades escolares. Isso é uma reivindicação antiga da categoria, pois entra governo sai governo e nada é feito. São promessas e esperamos que elas se concretizem, mesmo que elas estejam bem aquém da necessidade da rede”, informou Simone Fontana, coordenadora geral do SIMPERE. Com relação aos 31 itens da pauta, existe uma previsão de resposta para até o final de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =