Professores e funcionários da Escola Municipal Cecília Meireles denunciam abandono de horta usada como prática pedagógica para alunos

As pessoas que convivem com o problema estão indignadas com o descaso, pois o espaço que abriga um esgoto a céu aberto é usado pela PCR como objeto de propaganda

 A Escola Municipal Cecília Meireles, localizada no bairro da Macaxeira, está sendo mais um alvo do descaso da Prefeitura do Recife com a educação da cidade. Dessa vez, o que serviria como um projeto pedagógico e inovador de sustentabilidade onde os alunos do Ensino Fundamental e da Educação Infantil aprendem a cultivar a horta, reaproveitar alimentos e reciclar materiais, acabou se tornando um risco à saúde das crianças e funcionários da escola. A horta escolar existe desde a gestão anterior e desde o ano passado abriga uma fossa estourada.

Segundo relatos, a horta encontra-se num estado total de abandono, só recebendo alguma “maquiagem” quando vira manchete para promover a PCR. “Atualmente a situação não é das melhores, quando chove a água das chuvas se mistura aos dejetos, espalhando contaminação e um odor fétido e desagradável no espaço escolar”, disse uma professora.

Os funcionários, professores e professoras da unidade de ensino estão indignados com essa situação que se sustenta há um bom tempo e vem se agravando com as chuvas e ainda consegue ser concebida como exemplo de uma prática pedagógica de sucesso. Todos que fazem parte da Escola Cecília Meireles exigem providências e querem mostrar a realidade do espaço para a sociedade. A horta que hoje abriga um esgoto a céu aberto receberá uma homenagem no próximo dia 18 de outubro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 16 =