Simpere na luta pelos(as) professores(as) CTD’S

Mais um “erro administrativo” da prefeitura que poderia ser encarado como um crime.

Recentemente, mais de 250 professoras e professores ficaram sem receber seus salários. Motivo? Geraldo Julio (PSB) não renovou o contrato dos(as) docentes em regime temporário. O contrato venceu no último dia 28 de julho. Mesmo ciente, a gestão do PSB/PCdoB nada fez e esperou o pior acontecer.

Diante de tal situação, o sindicato das professoras e professores enviou um ofício exigindo da Prefeitura da Cidade do Recife as devidas reparações de forma imediata, pois são famílias que dependem desses salários e agora estão ainda mais desassistidas.

 

RESPOSTA DA PREFEITURA

Após pressão feita pelo nosso sindicato, a Secretaria de Educação finalmente divulgou as informações sobre o andamento do processo de renovação dos contratos temporários.  A renovação ficou marcada para hoje, dia 2 de setembro. A previsão para que estes(as) professores(as) recebam seu salário ficou para o dia 4 de setembro.

“Os(as) professores(as) contratados(as) em regime temporário ainda não receberam o salário e continuam trabalhando de forma remota. Esses(as) profissionais têm suas responsabilidades financeiras como alimentação da família e necessidades básicas sanitárias de higiene. Além disso, continuam custeando internet para interagir com estudantes, família e escola”, ressalta Elky Abreu, diretora do Simpere.

Simpere — Gestão Resistência e Luta — Filiado à CSP Conlutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 16 =