Simpere na luta contra a reforma administrativa e em defesa da vida, com as escolas fechadas.

Simpere na luta contra a reforma administrativa e em defesa da vida, com as escolas fechadas.

O Dia do Professor, em todo país, foi marcado por manifestações contra o retorno às aulas presenciais e a reforma administrativa.
Sobre a palavra de ordem “Escolas Fechadas, Vidas Preservadas! Volta às aulas presenciais, só depois da pandemia”, as professoras e professores foram às ruas respondendo ao chamado da CSP Conlutas e do Simpere. Aqui no Recife, o ato foi em uma das praças mais movimentadas do centro da cidade, a Praça do Diário.
Para Carlos Elias, diretor do Simpere, para salvar vidas, é preciso dizer não ao retorno das aulas presenciais. Em países como Inglaterra e França, que tiveram o retorno das aulas presenciais, o número de casos de Covid-19 não só aumentou como está sendo cogitada uma segunda onda ainda maior. Voltar às aulas presenciais sem vacina e em plena pandemia é fazer a defesa de uma política genocida. Política compartilhada entre Bolsonaro (Sem Partido), Paulo Câmara (PSB) e Geraldo Julio (PSB). Dizemos NÃO AO RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS EM DEFESA VIDA!”, conclui o sindicalista.
Novas manifestações estão sendo planejadas para o mês de outubro. Dia 24/10/20, terá a plenária ampliada dos servidores públicos das três esferas e, no dia 28/10/20, será um dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa. É preciso resistir para que não haja o retorno aulas presenciais e para que a reforma administrativa não seja aprovada.
Simpere Gestão Resistência e Luta
Filiado à CSP Conlutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =