Plenária de Creches e CMEIs é marcada por indignação e sentimento de luta

Comovente. Esse é o adjetivo que expressa o sentimento que tomou conta da plenária de creches e CMEIs (Centro Municipal de Ensino Infantil), realizada pelo Sindicato dos Professores do Recife nesta última manhã  da terça-feira (17).  Com uma presença massiva das quase 70 creches e CMEIs da rede oficial do Recife, o auditório dos bancários foi palco de comoventes relatos da situação que se encontram nossas crianças.

O evento havia sido marcado inicialmente para resolver uma questão localizada referente ao pagamento dos dias parados da última greve dos professores de creche, pois a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, havia decidido que seria pago durante o recesso do meio do ano. Contrário a isso, a categoria decidiu se reunir e encaminhar alternativas para o pagamento desse dias.

Contudo, a grande tônica do evento foram os relatos recolhidos pelos diretores do SIMPERE em sua visita à Base e durante o próprio evento. Diante de tantos depoimentos comoventes não é difícil chegar à conclusão de que o prefeito infringe várias leis, desde o artº 133 do Código Penal que trata do abandono de incapaz com o agravante de deixar sob guarda de um outro menor de dezoito anos – tal fato acontece muito nas creches na parte da tarde – até a  lei federal 11.738/08 e a lei municipal 18.033/14 que prevê um 1/3 de aula-atividade para todos os professores em exercício do magistério.

Diante de tais fatos o sindicato, junto com os presentes, decidiram encampar a luta por uma creche humanizada. Já em relação ao pagamento dos dias parados o pleno construiu duas alternativas: 1º transferir os dias de formação para os sábados e durante a semana pagar o dia parado; 2º abrir mão das aulas-atividades até que os dias sejam pagos. Além dessa decisão, ficou aprovado que as creches tenham o mesmo calendário de reposição das escolas, levando em consideração a autonomia de cada creche. Também foi formada uma comissão  para ir até a Secretaria de Educação, onde os representantes foram atendidos pelo secretário em exercício, Carlos Muniz, que se comprometeu em receber a comissão na manhã do dia 17 de maio na sede da Secretaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + quatro =